fbpx

Ford T: O primeiro veículo popular da montadora americana

De um protótipo de carro de um grande sonhador americano, até o carro do século, conheça o Ford T.

Quem foi Henry Ford?

Henry Ford foi um grande empresário e engenheiro do ramo automobilístico, que marcou a história com suas ideias inovadoras. Junto de mais 11 investidores, o visionário Henry fundou a Ford em 16 de junho de 1903. O primeiro automóvel fabricado pela empresa foi o modelo A, desenvolvido no ano de 1904. O veículo teve 1708 unidades fabricadas na época.

Quem foi Henry Ford?

Porém, sua grande inovação veio no ano de 1908. Quando Henry Ford e sua equipe, marcaram a história automobilística do mundo. Isso aconteceu porque o empresário desenvolveu uma criação que repercutiria por muitos anos. O famoso “Ford T”, foi o primeiro veículo popular do mundo e teve seu nome marcado na história. 

Início do Ford T

Sua produção foi iniciada em 1º de Outubro de 1908. O carro contava com algumas inovações para a época, como: produção em escala, peças para reposição e um valor acessível para o público. Esse conjunto de informações acabou fazendo do Ford T uma revolução automobilística mundial. 

Dentre suas características, o modelo contava com um motor de quatro cilindros. Além de um bom consumo de combustível. Atributos que contribuíram para a fama de confiável e barato, do veículo. 

FORD T

A sensação “T”, chegou até a participar de uma corrida continental nos Estados Unidos, no ano seguinte de sua criação. Para alegria da “equipe Ford”, o veículo conseguiu um resultado extraordinário para a época. O modelo venceu a prova depois de ter percorrido 6,5 quilômetros em 22 dias. O Ford T atingiu a marca de 14,4 km de velocidade média. E assim o automóvel começava a mostrar do que seria capaz. E dessa maneira passava a virar o orgulho de Henry. 

Para a população da época, dirigir não era uma tarefa tão fácil quanto nos dias atuais. Isso acontecia por conta das poucas estradas pavimentadas que existiam no período. Antes da inovação Ford T, muitas vezes os carros eram vistos como um perigo para os ocupantes, pela maneira com que eram fabricados, de forma artesanal. Em junção com a qualidade baixa das estradas. 

Produção em série do Ford T – Fordismo

Porém, essa história começou a mudar a partir de 1913, com mais uma invenção do grande Henry Ford. O empreendedor passou a desenvolver produções em séries para o Ford T, o que proporcionou grandes inovações para o meio automobilístico no período. Além disso, com a novidade, Henry pôde baratear os custos da produção, seguindo assim sua nova linha de montagem. O mercado de consumo de massas passou então a ser uma realidade. 

Produção em Série Ford T - Fordismo

O Ford T era só elogios na época. Por conta de sua mecânica simples, onde muitos poderiam ter acesso ao carro e mantê-lo com tranquilidade em relação a custos, o veículo caiu nas graças do público. E conquistou grande parte dos consumidores. 

A produção em massa fez com que o empresário Henry Ford investisse pesado em máquinas para a sua fábrica. O investimento com certeza valeu a pena. Com o Ford T caindo nas graças do público, além dos fãs nos Estados Unidos, o veículo passou a ganhar público também em outros países. 

Famosos dirigindo o Ford T

Grandes personalidades da época adquiriram o modelo, o que fez com que a fama do Ford T aumentasse ainda mais. Nomes como Thomas Edison e Will Rogers, tiveram o privilégio de ter um Ford T em suas garagens. Na imagem abaixo, Thomas Edison com sua unidade do Ford T. 

Thomas Edison Ford T

Funcionalidades do veículo

Alguns detalhes técnicos do carro funcionavam da seguinte maneira: o pedal central possuía a função de controlar a ré do veículo. Já o direito era responsável pelo controle do freio traseiro. O automóvel não possuía freio dianteiro. Já as marchas funcionavam da seguinte forma: o veículo possuía duas, que podiam ser selecionadas através do pedal esquerdo. 

Quando o pé era pressionado de forma inteira, a primeira marcha era acionada. Já se o pé fosse colocado em meio curso, o veículo entrava em ponto morto. E quando o motorista tirava o pé de forma total, a segunda marcha entrava em ação. 

Recorde em vendas

Com a produção a todo vapor, em 1917 a Ford chegou à incrível marca de 2 milhões de veículos produzidos. Dois anos depois, em 1919, o modelo passou a contar com mais uma grande novidade: finalmente a partida elétrica chegava ao Ford T. O sucesso nas vendas do modelo proporcionaram ainda a criação de departamentos de cor e design, na empresa Ford. 

No decorrer dos anos, recordes e novidades envolvendo o T não pararam de aparecer. O ano de 1921 foi marcado pela marca de 5 milhões de veículos produzidos. Pouco tempo depois, em 1924, o modelo T chegou a bater recorde de vendas no Brasil, com 24.250 automóveis vendidos. Esse recorde durou até o ano de 1960, com a chegada do corcel. 

As novidades envolvendo o modelo não pararam por aí. No ano de 1925, foi a vez do mundo conhecer o modelo T picape. Esse conjunto de informações e novidades, prepararam o terreno para que em 1927 o Ford T batesse a marca de 15 milhões de veículos produzidos. E assim se encerrava a produção do modelo que revolucionou o cenário automobilístico mundial. 

Vencedor de prêmios

Tantos dados não nos deixam dúvidas de que o Ford T foi um dos maiores sucessos do comércio de carros de todos os tempos. O sucesso foi tanto, que o modelo chegou a ser considerado o carro do século pela Global Automotive Elections Foundation, no ano de 2000. 

E esse não foi um simples reconhecimento. O júri que chegou a essa conclusão era composto por mais de 130 jornalistas, ao redor de mais de 30 países. Realmente, um reconhecimento desse tamanho é para poucos. Apenas algo que de fato marcou a história como o Ford T, poderia ter um título desses.

Modelo de negócio inovador

Henry Ford foi um revolucionário de sua época. Seu conceito inovador de linha de montagem, além de possibilitar baratear os custos dos veículos, também fez com que fosse possível aumentar os salários de seus funcionários. 

O sucesso de seu modelo de negócio, que combinava menores preços com maiores rendas, fez com que inúmeras empresas ao redor do mundo adotassem o mesmo sistema. Henry Ford sem dúvidas revolucionou o mercado de consumo de massas, a partir da inovação na fabricação do Ford T. 

Suas inovações refletem no mercado até hoje, a partir de sua ideia de polarização do automóvel. Afinal o que seria desse mercado, sem a produção em massa a baixo custo? 

Talvez Henry Ford não imaginasse nem em seus melhores sonhos, que naquele 1º de Outubro de 1908 em Piquette Avenue, estava prestes a ser apresentado ao mundo um fenômeno que mudaria a história automobilística de todos os tempos. E que ainda nos anos 2000, seria lembrado como modelo de inovação.

Gostou do artigo Ford T: O primeiro veículo popular da montadora americana? Compartilhe…

Continue lendo: Outros artigos relacionados

Os carros mais vendidos no Brasil durante a história 

De carros do século passado, a carros deste século. Veja quais foram os carros mais vendidos no Brasil durante a história.
Leia mais

Tipos de carros eletrificados – HEV, PHEV, BEV

Saiba qual é a diferença entre tipos de carros eletrificados - HEV, PHEV, BEV. O futuro dos veículos também possui motorizações diferentes
Leia mais

Carros elétricos mais baratos do Brasil em 2022

A grande barreira dos carros elétricos no Brasil ainda é o preço, saiba quais são os carros elétricos mais baratos do Brasil em 2022.
Leia mais