fbpx

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

Confira agora os 10 carros clássicos que só foram vendidos no Brasil, e em mais nenhum lugar do mundo foi comercializado.

Falaremos aqui, sobre carros clássicos ou versões de outros carros vendidas unicamente no Brasil.

Seja porque, mesmo sendo exportados para o exterior, lá fora esses automóveis foram um fracasso em suas vendas ou por serem produzidos para serem utilizados no Brasil e com isso não exportados, independentemente do motivo, podemos ressaltar e nos alegrar que, boa parte das vendas desses clássicos carros ocorreram apenas no país tropical.

Por mais que seja impactante ler isso de início, essa sentença garantiu a exclusividade de tais automóveis, a consolidação do nosso mercado automotivo no Brasil e muitos nomes de carros nacionais entrando para a história.

Com isso, preparamos uma lista com 10 carros que só foram vendidos no Brasil.

Então, contemple sem moderação essa seleção!

1- Volkswagen Voyage (primeira geração)

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

Para abrir alas para essa lista com estilo, temos o Voyage da primeira geração, fabricado pela Volkswagen do Brasil, sendo lançado em 1981 e saindo de linha em 1996.

O carro original foi vendido apenas no Brasil, chegando até a ser exportado para os Estados Unidos e para o Canadá.

Porém, foram feitas diversas modificações do original sendo até mesmo renomeado, o nome adotado na América do Norte foi “Fox”.

Isso aconteceu para atender a diversas exigências da legislação dos EUA, entre outras coisas variadas.

Mas, infelizmente essa versão do carro brasileiro remodelada, nunca chegou a ser vendida no Brasil e a versão nacional foi vendida em maioria aqui.

Entretanto, por um lado isso foi positivo, porque nós acabamos ficando com o Voyage natural sendo vendido apenas no Brasil.

2 – Alfa Romeo 2300

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

O Alfa Romeo foi um sedã de 4 portas e 5 lugares, fabricado entre os anos de 1974 e 1986 no Brasil.

Ele foi projetado exclusivamente para o nosso país pela FNM (Fábrica Nacional de Motores), e mais tarde, a FIAT foi “presenteada” com uma licença da Alfa Romeo Italiana passando também a produzi-lo.

Até enviaram em 1977 um lote do automóvel para a Alemanha e Holanda, chamando-o “Alfa Romeo Rio”.

Mas, não foi um sucesso comercial lá, assim, ganhando mais destaque e mantendo a exclusividade aqui, no nosso país.

3 – Chevrolet Opala

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

O Opala foi o pioneiro nos carros de passeio elaborados pela General Motors do país, sua fabricação se deu entre meados de 1968 a 1992.

Esse modelo ganhou muito respeito do público se consagrando no mercado, tendo praticamente todas as unidades elaboradas vendidas no Brasil (com exceção de poucos exemplares levados para outros países).

Ainda atualmente, após longas 3 décadas do fim de sua produção, ele ainda continua reconhecido e muito exibido nas ruas, atraindo olhares e arrastando admiradores por onde passa, algo mais que merecido, porque assim, todos podem valorizar essa máquina clássica e muito interessante, não?

4 – Simca Esplanada

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

Outro carro clássico vendido apenas no Brasil foi o Simca, apresentado em 1966 no Salão do Automóvel, chamou atenção por ser um sedã de luxo 4 portas e ser fabricado apenas até 1969.

Projetado para ser uma evolução do Chambord, sua carroceria foi feita no Brasil em uma tentativa desesperada de consolidação pela Simca, até então.

Isso não deu muito certo pelo visto e poucos dias depois, a Chrysler internacional assumiu as rédeas da empresa.

5 – Puma GTB

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

Sendo uma alternativa nativa ao Camaro, o Puma GTB era fabricado de 1974 a 1987 pela Puma Veículos e Motores, que possuía o apelido de “Pequena Atrevida”.

A Puma, então, fez jus a seu qualificativo se atrevendo a elaborar, dessa vez, um veículo que no alto preço só perdia para o Ford Landau, que na época era o carro mais caro e luxuoso, consegue acreditar nisso?

Além disso, o GTB tinha um desempenho não muito maior que o do Opala e esse, conseguiu ser mais barato ainda que ele.

Sendo lançado em 1973, o carro foi apresentado com o nome de Puma GTO, mas em 1974 (quando passou a ser comercializado) recebeu o nome que conhecemos hoje, Puma GTB, esse último é a sigla para Gran Turismo Brasil.

O Puma GTB além disso, possuía uma fila de espera para compra de mais de 1 ano, porque o governo militar vinha cada vez mais dificultando a entrada de esportivos importados fazendo com que o GTB fosse cada vez mais requisitado.

Com essa demora, os modelos já fabricados eram vendidos no mercado de carros usados a um preço bem maior do que os comercializados pela fábrica.

Então, percebe-se que o problema da Puma Veículos e Motores não era de fechar negócios, mas sim, a produção desses clássicos.

6 – Santa Matilde SM 4.1

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

Como citado no item anterior, a fila de espera para adquirir um Puma GTB não era das mais agradáveis para quem não possuía a virtude da paciência.

Sendo assim, segundo rumores, em meados dos anos 70, um empresário chamado Humberto Pimentel Duarte decidiu criar seu próprio carro já que, não suportava mais esperar para ter em sua garagem um veículo da Puma.

Verdadeiros ou não tais boatos, o que se sabe é que Humberto queria desenvolver um carro com bom desempenho que atendesse às suas necessidades.

Enfim, recebendo ajuda de sua filha, Ana Lídia Pimentel Fonseca que curiosamente desenvolveu o design do carro (auxiliado também por outras pessoas), Humberto começou o projeto.

Então, o veículo foi apresentado em 1977, mas Humberto não estava satisfeito com ele ainda e decidiu fazer algumas melhorias, disponibilizando a versão final do carro para venda após muita expectativa gerada no mercado automotivo, em 1978.

7 – Chevrolet Veraneio

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

O Veraneio foi um SUV produzido pela Chevrolet de 1964 a 1994 sendo o sucessor do Chevrolet Amazona, inspirado no Chevrolet Suburban da América do Norte.

Seu nome foi C-1416 até 1969, esse automóvel vinha com quatro portas e cabia um número grande de pessoas, 9 (nove) no total.

Ficou altamente conhecido (e temido) no cenário brasileiro por ser utilizado como viatura policial e até mesmo como ambulância, também útil no meio civil.

Isso ocorreu porque o Veraneio era o único automóvel desse porte produzido no Brasil.

Um fato interessante acerca do Veraneio, é que em 1970 acabou lançada uma versão de luxo dele com inovação no padrão de acabamento e muita sofisticação.

8 – Willys Itamaraty Executivo

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

Apresentado em 1966 e aposentado em 1969, esse carro foi a primeira limousine brasileira.

Nasceu da ideia do, até então, presidente da Willys, o engenheiro William Max Pearce.

O intuito já era demonstrado no nome, servir à presidência da República.

Sendo fabricada estrategicamente em apenas 27 unidades (duas delas protótipos) a limousine brasileira ganhou bastante notoriedade aqui, o que não era para menos também, não concorda?

9 – Corona Dardo F-1.3

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

Sim, é realmente estranho esses dois nomes sugestivos colocados assim, juntos um do outro.

Se por um lado temos um nome que pode te lembrar do coronavírus que causou uma pandemia com estragos inestimáveis (ou simplesmente o nome de uma cerveja), do outro há o nome de uma arma ofensiva de arremesso.

Mas, esse é apenas o modelo de um carro, chamado verdadeiramente de Dardo, e tendo como seu fabricante a Corona S/A Viaturas e Equipamentos.

Deu para entender agora? Esperamos que sim.

Tendo sua produção de 1979 a 1983, o modelo da Corona foi o primeiro fora-de-série nacional a utilizar a mecânica Fiat, se “apropriando” do motor e câmbio do 147 Rallye.

Também, ganhou partes dele sendo redesenhadas com base em um possível contrato de exportação para os Estados Unidos, que acabou se tornando impossível economicamente.

10 – Farus ML 929

10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil

O ML foi inspirado no Fusca, assim como boa parte das criações nacionais.

Possuindo a Farus como sua fabricante (que era também um símbolo de automóveis do Brasil, fundada em 1979 pela Indústria de Veículos Esportivos Ltda) o ML nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais.

O nome “Farus”, da mesma surgiu da junção das primeiras sílabas das palavras “Família Russo*”* referenciando seus criadores, Alfio e Giuseppe Russo, sendo ambos respectivamente, pai e filho.

O ML 929 foi fabricado em especial, entre 1978 a 1984.

A Farus serviu ao mercado brasileiro até 1991 chegando a exportar poucas unidades para a Alemanha, Japão, África do Sul e incrivelmente também: Estados Unidos, mas como citado, sempre tendo concentração maior aqui tendo elaborado 1.200 unidades de veículos.

Conclusão

Essa foi a nossa lista com 10 carros clássicos que só foram vendidos no Brasil.

Para você relembrar, os nomes citados nessa lista foram: Volkswagen Voyage (primeira geração), Alfa Romeo 2300, Chevrolet Opala, Simca Esplanada, Puma GTB, Santa Matilde SM 4.1, Chevrolet Veraneio, Willys Itamaraty Executivo, Corona Dardo F-1.3 e o Farus ML 929.

Obviamente, podem existir lotes exportados desconhecidos por nós, mas em grande maioria, pelo que se conhece até hoje, esses carros foram comercializados apenas no país tropical.

Esperamos muito que você tenha gostado dessa seleção especial.

Obrigada por ler até aqui e lembre-se: se gostou do artigo compartilhe para que mais pessoas possam ter a mesma chance de desfrutar desse conteúdo!

Fotos: divulgação

Cotação Seguro Automóvel

Gostou do artigo 10 Carros clássicos que só foram vendidos no Brasil Compartilhe…

Continue lendo: Outros artigos relacionados

Agora Porto Seguro se chama Porto – Conheça sua nova marca

Foi apresentado ao público as mudanças estratégicas do grupo, agora Porto Seguro se chama Porto - Conheça sua nova marca.
Leia mais

O que são Danos Corporais?

Separamos para você as principais características dos danos corporais no seguro automóvel.
Leia mais

Carro por Assinatura – Vale a pena?

Veja aqui com cálculos reais e mostrados se o modelo de carro por assinatura vale a pena para você ao invés de comprar um carro.
Leia mais